O que é o Compliance: diretrizes para instituições e empresas

Por Paulo Cosenza - 14 de novembro de 2017



Os recentes escândalos de corrupção que estão diariamente na mídia brasileira, e o atual cenário político econômico do Brasil, estão fazendo surgir inúmeras discussões sobre como tentar prevenir ou até mesmo minimizar a ocorrência de novas situações similares.

Neste vídeo, abordaremos o instituto do “Compliance”, tema este que está ocupando lugar de destaque, e que trata de regulamentações cujo as empresas e o Poder Público devem observar, já que a sociedade está atenta e cobrando destes sujeitos uma postura proba, ética, bastando, então, uma pequena falha da empresa, para que ela esteja sujeita a pagar multas e sofrer punições legais.

Percebeu-se que muitas empresas privadas estavam envolvidas com esquemas de corrupção com o Poder Público e que, para evitar novos episódios de corrupção, a lei oferece ao empresário a criação de mecanismos de defesa.

Uma forma de se proteger é a empresa criar um manual onde as regras e as proibições, que são exigidas pela lei anti-corrupção da conduta daqueles que contratam com o Poder Público, estejam presentes. Com isto, em caso de haver condutas que violem a lei e o manual, o empresário possa ver sua responsabilidade excluída, no caso de não ser o agente que a praticou, punindo quem foi de fato o autor daquela violação.

Neste vídeo nós explicamos melhor sobre o assunto.

 

 

 

 




< voltar